Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
mazolajunior.divulgacao
O Vila Nova perdeu por 3 a 2 para o Itumbiara na tarde deste domingo (2), no Estádio Serra Dourada. O time colorado mostrou um futebol muito abaixo do que apresentou no início do Campeonato Goiano. A equipe se mostrou desorganizada dentro de campo, errando muitos passes, não conseguiu criar jogadase os atacantes não conseguiram se entender.

O Itumbiara aproveitou esses erros e garantiu sua permanência na elite do Goianão, com destaque para o atacante Vanilson, que marcou dois gols.O técnico Mazola Júnior, após o duelo, elogiou o Gigante do Vale e lamentou as dificuldades que a equipe colorada teve.

"Temos que valorizar a qualidade do Itumbiara no primeiro tempo, um aproveitamento impressionante.Tivemos algumas chances de terminar a primeira etapa com o empate, trabalhamos bem pelos lados, mas infelizmente não tivemos o aproveitamento que gostaríamos. No segundo tempo teve a situação do pênalti,que pra mim não foi, e depois 3 a 1 com um jogador a menos as coisas complicaram. Ficamos muito expostos. O resultado é justo para o Itumbiara e muito bom para nós", afirmou.

O treinador lembrou da importância de um resultado negativo tão perto das semifinais para levantar alguns pontos. Desde que o Vila começou a apresentar um futebol abaixo, a torcida começou a chamar o treinador de "retranqueiro", por ele escalar o time muito fechado. Após a contratação do atacante Stéfano Yuri, Mazola atendeu ao pedido da torcida e escalou o time mais ofensivo, com três atacantes.Com a derrota, o técnico aproveitou para defender seu ponto de vista dentro do gramado.

"Observações muito importantes para o restante do campeonato foram feitas hoje aqui. Mais do que nunca, quando falarem que o Vila tem que jogar mais ofensivo, com três atacantes, dois meias e não sei mais o que, está aí, hoje foi a prova do porquê não podemos e temos que jogar mais fechados, com três zagueiros. Só se pode jogar com três atacantes quando você tem muita qualidade e saúde lá na frente, para voltar, acompanhar os laterais e fechar por dentro. Este não é o caso do Vila Nova, e também, com o orçamento e responsabilidade que temos, não podemos fazer nenhuma loucura. Não podemos jogar nesse esquema, isso ficou claro hoje. Não temos essa qualidade ofensiva que muita gente acha que tem", declarou.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757