Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Site Goiás Agora
pedala
A participação em atividades como caminhar, correr, pedalar, conhecer lugares pouco explorados e viver grandes aventuras ao ar livre, incentivadas pelo Programa Experiências na Natureza, do Circuito Vivências ao Ar Livre, desenvolvido pela agência Goiás Turismo, conquistou um grande número de atletas goianos e de outros estados e a simpatia da população.

O gerente de projetos e produtos turísticos da Goiás turismo, João Bitencourt Lino, concedeu entrevista exclusiva ao Cidadania em Destaque, da 730, no quadro Mala Pronta desta quinta-feira (19). 

Ouça a entrevista na íntegra: 

O resultado do programa é positivo. Na Serra de Caldas, a primeira expedição, realizada há um ano, ampliou em 300% a visitação no local, parte do percurso realizado foi transformada em trilha oficial do Parque e entrou para a lista de produtos turísticos do Estado de Goiás. O programa movimenta o segmento do ecoturismo e nestas trilhas, os participantes também aprendem a respeitar e preservar a natureza.

Uma experiência de sucesso, o Programa agora será implantado em todos os Estados que fazem parte do Consórcio Brasil Central: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Rondônia, Goiás e Distrito Federal. A inclusão do Experiências na Natureza entre as prioridades comuns aos estados que integram o consórcio foi aprovada em reunião da Câmara Temática do Turismo.

O objetivo é desenvolver atividades de turismo nos parques estaduais, nacionais e em áreas naturais do Estado, promovendo o ecoturismo e o turismo de aventura. Em Goiás, as experiências foram realizadas nos roteiros de maior beleza natural do Estado, por caminhos e trilhas de tirar o fôlego como a Serra dos Caiapós, Terra Ronca, Chapada dos Veadeiros, Serra dos Pireneus, Santuário Calunga e na Serra de Caldas.

Foram realizadas várias expedições e atividades na natureza como caminhadas, corridas, cicloturismo e provas de mountain bike. Faz parte do Programa a melhoria da sinalização turística e interpretativa em trilhas e atrativos naturais. No Experiências na Natureza, a Goiás Turismo trabalha em parceria coma Secretaria do Meio Ambiente (Secima), Saneago, Corpo de Bombeiros, ICMBio, prefeituras municipais, diversas empresas e grupos de moutain bike.

Segundo João Lino, o programa atraiu atletas, ecologistas e amantes de atividades de aventura de vários estados e se tornou referência para o Brasil. Ele comemora a aprovação pela Câmara do Consórcio Brasil Central, lembrando que os estados beneficiados poderão aproveitar todo o potencial das unidades de conservação em produtos turísticos que possam criar diferencial competitivo para essas localidades.

A Goiás Turismo já possui cooperação técnica com a Secima para melhorar, qualificar e promover o turismo nas Unidades de Conservação do estado como o Parque Estadual Serra de Caldas, Parque Estadual dos Pireneus, Parque Estadual de Terra Ronca, Parque Estadual Altamiro Moura Pacheco e Área de Proteção Ambiental (APA) do Pouso Alto, onde está o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Atualmente está sendo desenvolvida uma cooperação internacional com o Serviço Florestal Norte Americano (US Service Forest) para melhorar as infraestruturas, legislação e qualificação profissional das atividades turísticas que acontecem nas unidades de conservação.

Serra de Caldas

O resultado foi tamanho que após a primeira a primeira expedição, realizada há um ano, a visitação na Serra de Caldas Novas cresceu 300%. Mais de 130 ciclistas de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Ipameri, Corumbaíba e de Uberlândia (MG), participaram da primeira expedição, onde puderam observar a Serra e a cidade por mirantes e sentir a temperatura das águas que nascem no Parque Estadual Serra de Caldas Novas (Pescan).

Parte do percurso realizado pelos 130 ciclistas foi transformado em trilha oficial do Parque, inaugurada no dia 30 de abril, durante a 1ª Corrida Rústica da Serra de Caldas. Cerca de 150 pessoas participaram da competição, denominada corrida de montanha, com percurso de 2,3 km, passando pelas cachoeiras da Cascatinha e do Paredão. A trilha entrou para alista de produtos turísticos do Estado de Goiás e pode ser visitada por pessoas que amam esportes na natureza.

Serra dos Caiapós

A segunda Expedição do Ciclo Vivências ao Ar Livre, com a Travessia Serra dos Caiapós, foi realizada no dia 23 de janeiro, no mesmo clima de alegria e contemplação das belezas naturais e culturais da região. Com muita garra e determinação, mais de 130 cicloturistas completaram o percurso de 71 km na Serra dos Caiapós. A Serra dos Caiapós é uma área interessante e muito curiosa devido ao acervo fossilífero do período paleozoico (cerca de 500 milhões de anos a.C.).

Terra Ronca

O complexo espeleológico de Terra Ronca, uma das regiões mais espetaculares do estado, foi contemplado na terceira edição do Circuito Vivências ao Ar Livre, com a expedição Travessia Grutas e Cavernas.

Nos dias 27 e 28 de fevereiro, os participantes enfrentaram 112 km de pedaladas, saindo da cidade de Guarani de Goiás, com pernoite nas instalações do Parque Estadual de Terra Ronca, chegando a São Domingos no dia seguinte. Para maior segurança, devido à geografia de Terra Ronca e extensão do percurso, os ciclistas foram acompanhados por carros de apoio.

Chapada dos Veadeiros

A quarta edição do Programa Experiências na Natureza contemplou 130 cicloturistas com as maravilhas da Chapada dos Veadeiros, num percurso de 85 km. O passeio começou em Alto Paraíso e cortou o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, passando por pontos conhecidos e muito procurados por turistas, como o Jardim Maytrea, sede do Parque, corredeiras e cachoeiras, Rio das Cobras, Fazenda São Bento e Vila de São Jorge.

Serra dos Pireneus

No mesmo clima de aventura, os 130 cicloturistas pedalaram por 56 km dentro do Parque Estadual Serra dos Pireneus, em um cenário de Cerrado e belas nascentes, no dia 26 de março. A Serra dos Pireneus é um divisor de águas das duas mais importantes bacias hidrográficas do Estado de Goiás. As águas que correm para o Norte formam a bacia do Tocantins, já as que escoam para o Sul integram a Bacia do Rio Paranaíba, que um pouco adiante compõe a Bacia do Prata.

Mountain bike no Sítio Histórico Kalunga

Uma competição de mountain bike realizada no Sítio Histórico Kalunga, localizado no Norte do Estado, que faz parte do Patrimônio Cultural Brasileiro, teve a participação de 150 ciclistas de Goiás, Distrito Federal, Bahia e Piauí. Com percurso de 85,8 km a grande aventura começou em Cavalcante e foi até à comunidade Engenho 2I, no dia 16 de abril.

Lugares lindos como o mirante da Serra de Nova Aurora, Fazenda Pequi, que faz a ligação de uma estrada cavaleira, já em território quilombola e as nascentes dos rios Maquiné, Curriola e Capivara encantaram os participantes. Foi um momento para contemplação da natureza, em um ambiente exótico, singular, carregado de tradições. Em contrapartida, os atletas doaram material escolar às comunidades quilombolas.

Com informações do Goiás Agora

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757