Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria / ACG
cabo no treino 1 acg
Buscando reencontrar o caminho das vitórias, o Atlético recebe o Crac no Estádio Olímpico nesta quarta-feira, 8, às 21h45. Por ter gostado do comportamento do time no clássico contra o Goiás no último domingo, 5, o técnico Marcelo Cabo decidiu manter a mesma equipe, sem Luiz Fernando e com Wanderson na ponta esquerda.

“Quando temos a oportunidade de continuar com a mesma equipe, é importante para ganharmos ritmo e conjunto, que é o que precisamos neste momento. Na minha opinião a equipe foi muito bem contra o Goiás, apesar do resultado adverso, então irei repetir a escalação contra o Crac”.

O Dragão é o líder de seu grupo no Campeonato Goiano, com três pontos: uma vitóra – contra Iporá – e duas derrotas, contra Vila Nova e Goiás. Mas se for levar em conta os amistosos, o Atlético marcou apenas um gol em cinco partidas disputadas nesta temporada, o que começa a preocupar o comandante.

“é uma preocupação, precisamos ter tranquilidade, mas sabemos que estamos no caminho certo e que os gols sairão naturalmente. As chances estão sendo criadas e uma hora ela vai acabar entrando. Eu passei pra eles que é um momento de tranqüilidade para que pudemos concluir tudo o que fizemos no jogo, em gols”.

Após a pouca presença da torcida atleticana nos primeiros jogos do ano, a diretoria rubro-negra aposta o retorno ao Estádio Olímpico como fator principal para melhorar trazer o torcedor de volta aos jogos do Atlético. O jogo contra o CRAC será a estreia, nesta temporada, do Dragão no estádio que trouxe o título da Série B no último ano.

“É uma grande satisfação voltar ao Olímpico, palco onde fomos felize e fizemos história Temos o Olímpico como nossa casa, nosso palco, mas precisamos dar sequência ao bom trabalho que estamos realizando para voltarmos a vencer”, declara o treinador.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757