Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
20170328232000 58db19d020c85
A noite desta terça-feira (28) foi muito especial para o torcedor paulista. Inspirado pela leveza de Neymar e maturidade de Tite, a Seleção Brasileira goleou o Paraguai por 3 a 0 na Arena Corinthians, em São Paulo-SP. Os gols do duelo válido pela 14ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas foram marcados por Philippe Coutinho, Neymar e Marcelo. Com a vitória e uma grande combinação de resultados, o Brasil está classificado para a Copa do Mundo FIFA™ Rússia-2018, com quatro rodadas de antecedência.

O primeiro

Rápido como poucos, Neymar arrancou da esquerda para o meio, driblou alguns marcadores e atraiu todas as atenções da defesa paraguaia. Com isso, o garoto de Liverpool ficou livre pela direita, recebeu e ficou mano a mano até Paulinho aparecer para a tabela. Philippe Coutinho mandou para o companheiro, recebeu e bateu com a perna esquerda, no cantinho do goleiro Antony Silva, abrindo o placar em Itaquera.

O segundo

Ainda com um jejum de gols contra o Paraguai, Neymar voltou para o segundo tempo com o poder de mudar a história. Se marcasse um gol, igualaria uma marca conquistada por Pelé, quando com 52 anos marcou 25 gols pela Seleção. Logo na primeira arrancada, o meia foi derrubado e o árbitro peruano Victor Carillo apontou para a marca da cal. Ali poderia sair o 25º gol de Neymar com a amarelinha. Mas não, o goleiro Antony Silva defendeu.

Após o pênalti perdido, Neymar passou a se tornar o principal nome do jogo. Em uma grande arrancada, passou por dois marcadores, invadiu a área e igualou a marca de Pelé. Após isso, o 10 ainda teve um gol anulado por impedimento. Por fim, na América do Sul, apenas a Venezuela ainda não sofreu gol de Neymar.

O terceiro

Neymar foi tão importante que ainda iniciou a jogada para o golaço de Marcelo. O garoto tabelou com Marcelo e Coutinho, que mandou para Paulinho. O meia deu de calcanhar para Marcelo dentro da área. Na cavadinha, o lateral mandou por cima do goleiro paraguaio, aplicando uma goleada sobre o Paraguai na Arena Corinthians.

Mai$ uma pra conta

Em todas as reposições de bola do goleiro Antony Silva, a torcida paulista gritava “bicha”. Por conta disso, a CBF deve ser multada pela entidade maior do futebol mundial. No ano passado, a mesma atitude gerou duas multas. Primeiro, a entidade pagou 66 mil reais por causa dos gritos na partida contra a Colômbia, em setembro, em Manaus. No mês seguinte, a situação se repetiu contra a Bolívia, em Natal, e dessa vez o valor já subiu para 83 mil reais. A Fifa tenta coibir a atitude por causa do apelo homofóbico.

Renda histórica

Este jogo não marcou apenas pela grande vitória brasileira nem pela classificação antecipada, mas também pelo recorde de renda. Foi a terceira maior renda da história de jogos realizados no Brasil. 44.378 pessoas estiveram na Arena Corinthians e geraram uma renda de R$ 12.323.925,00. As outras duas maiores foram Atlético x Olímpia, na final da Taça Libertadores de 2013, no Mineirão, com R$ 14,176 milhões de renda; e Brasil x Argentina, também no Mineirão, com R$ 12,726 milhões.

Ficha técnica

Eliminatórias Sul-Americanas: 14ª rodada
Jogo: Brasil 3x0 Paraguai
Data: 28 de março de 2017
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Árbitro: Victor Carrillo
Assistentes: Jonny Bossio e Coty Carrera (trio peruano)

Cartões amarelos: Bruno Valdez, Rodrigo Rojas e Cecílio Domínguez (Paraguai).

Gols: Philippe Coutinho, Neymar e Marcelo.

Brasil: Alisson, Fagner, Marquinhos (Thiago Silva), Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Philippe Coutinho (Willian), Neymar e Roberto Firmino (Diego Souza). Técnico: Tite.

Paraguai: Antony Silva, Bruno Valdez, Paulo Da Silva, Darío Verón e Junior Alonso; Cristian Riveros, Rodrigo Rojas, Hernán Pérez e Miguel Almirón (Óscar Romero); Derlis González (Santander) e Cecílio Domínguez (Ángel Romero). Técnico: Arce.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757