Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
tite2 1260x710
A Seleção Brasileira fez uma de suas melhores partidas pelas Eliminatórias da Copa ontem (28), contra o Paraguai, na Arena Corinthians, e saiu com a vitória pelo placar de três à zero. Os comandados de Tite souberam administrar bem a posse de bola e não deram chances para os paraguaios, que finalizaram poucas vezes sem grande perigo para o gol de Alisson.

Os números de Tite na Seleção são impressionantes. São 9 jogos até aqui, com 9 vitórias, contando o Jogo da Amizade contra a  Colômbia. Foram 25 gols marcados e apenas dois sofridos, totalizando 100% de aproveitamento. “À medida que você repete o desempenho ele não oscila, você vai criando consistência, a equipe fica forte, marcante e pesada, não é só não tomar gol, pra fazer gol nesses caras é bravo”, afirmou o treinador.

O repórter da Rádio 730, Rafael Bessa, questionou o treinador sobre a dificuldade de se chegar até o topo e de se manter lá.  “Tem alguns clichês que eu não concordo, é difícil igual, é difícil subir e é difícil permanecer, são desafios nossos.”

Destaques da partida, Neymar sofreu a maioria das faltas marcadas.  O juiz marcou até um pênalti em cima do jogador, mas na hora de bater, o atacante desperdiçou a cobrança. Isso não impediu Neymar de brilhar, ele ainda fez o segundo gol do jogo e ajudou juntamente com Philippe Coutinho no gol marcado por Marcelo. “Eu tinha uma ideia com o Neymar de flutuação, de sair às vezes por dentro pra ampliar a área de ação dele, mas ele é tão vertical que ele espera os outros armar e a capacidade de improviso dele, eu não sei pra que lado do campo ele sai, eu não sei o que vai sair dali, porque a genialidade, ela é imprevisível”, concluiu Tite.

Com a derrota do Uruguai para o Peru, o Brasil já está classificado matematicamente para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Quando Tite assumiu a Seleção, ela estava amargava a 6ª posição das Eliminatórias com um time que não animava torcedor nenhum. Agora o próximo compromisso do Brasil na competição será apenas em Agosto, pela 15ª rodada contra o Equador.  

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757