Atlético GoianienseGoiás Esporte ClubeVila Nova

twitterfacebookyoutubeinsta-bordarssemail

vitima jatai
Brasilina ficou internada por 11 dias, mas não resistiu aos ferimentos. (Foto: Reprodução)
A dona de casa Brasilina Martina de Jesus, de 59 anos, morreu na última terça-feira (18). Ela estava internada há 11 dias em um hospital de Jataí, após ser sido abusada sexualmente e ter o corpo queimado. O suspeito do crime é o filho da vítima, Paulo César Martins da Silva. A família mora na cidade que fica a 300 quilômetros de Goiânia.

Um crime puxou outro. Ao saber da morte da mãe, Wellington Batista de Jesus tentou matar o irmão com golpes de faca. Paulo César está internado no Centro Médico de Jataí. O estado dele é regular e não há risco de morte.

Wellington foi preso por tentativa de homicídio. Ele acompanhou o velório da mãe algemado.

A Justiça expediu um mandado de prisão preventiva contra Paulo César, que deve ser cumprindo assim que ele receber alta do hospital. O homem tem várias passagens pela polícia e já respondeu pela morte de outro parente.