Atlético GoianienseGoiás Esporte ClubeVila Nova

twitterfacebookyoutubeinsta-bordarssemail

alt
Operação da Polícia Militar prende quadrilha em Goiânia
O delegado do 22º DP de Goiânia, Valdir Soares, conversou ao vivo, hoje (10), com o apresentador do Cidade Urgente, da Rádio 730, Altair Tavares. Na ocasião, ele explicou a operação que prendeu uma quadrilha que aplicava golpes contra o Governo Federal, com a “ajuda” voluntária de pessoas comuns.

 

De acordo com o delegado, tratava-se de um golpe aplicado há algum tempo ‘na praça’. Administrado dentro de um escritório de contabilidade – com mais de 20 funcionários - no Setor Rodoviário, os alvos eram os moradores de Goiânia, Goianira e Aparecida.

“Eles pegam a carteira [de trabalho] das pessoas, registram um contrato em uma determinada empresa daquele escritório de contabilidade, recolhem o retroativo do FGTS e, em seguida, fazem a rescisão”, explicou o delegado, completando que tudo era feito muito rápido. Depois desses procedimentos, segundo ele, a pessoa ia até a Caixa Econômica e, lá, recebia quatro parcelas de R$ 870, referentes ao seguro desemprego.

Prisão

O dono do escritório de Contabilidade Expansul, a esposa e outros dois funcionários que aplicavam o golpe foram detidas pela equipe de Valdir Soares. A quadrilha chegava a sacar cerca de R$ 3,5 mil. O dinheiro era dividido entre os cúmplices. Para levar vantagem, segundo as investigações, os suspeitos utilizavam dados e carimbos de uma série de empresas para fazer o cadastro.