Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
balestreri
O governador Marconi Perillo (PSDB) se reuniu na manhã desta segunda-feira (17), no Palácio Pedro Ludovico em Goiânia, com equipe de secretários que apresentaram um balanço das ações relacionadas ao programa Goiás Mais Competitivo.

No encontro, a empresa de consultoria Macroplan apresentou ao governador um estudo sobre o posicionamento do Estado no ranking de desempenho entre as unidades federativas do país. O consultor Gustavo Morelli cita em quais áreas Goiás está bem posicionado e em quais deixa a desejar.

“Goiás vai muito bem na parte social. No índice de pobreza e desigualdade o de Goiás é um dos menores do país, é a segunda menor desigualdade do Brasil. A rede pública de ensino escolar, para a média nacional, Goiás está bem posicionado, entre os cinco melhores. Tem pontos a melhorar, há pouco tempo houve a venda da Celg, a parte de infraestrutura de energia é muito ruim, os índices de queda de energia é um dos piores do Brasil. E também é preciso melhorar na questão dos óbitos em homicídios, acidentes de trânsito”, destaca.

De acordo com o titular da Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan), Joaquim Mesquita, avalia que os índices mostram que o Estado está passando de forma positiva pela crise vivida em todo o país.

“Embora a crise tenha chegado a Goiás e atinge aos cidadãos goianos, ela tem menor impacto do que nos demais estados e na média dos estados da federação”, pondera.

No ranking de 2016, Goiás ocupava a 9ª posição em desenvolvimento no Brasil. A expectativa é de que, em um novo levantamento, que será publicada em julho, o Estado ascenda de colocação.

Segurança Pública

O titular da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), Ricardo Balestreri, apresentou os desafios do programa Goiás Pela Vida durante reunião do Goiás Mais Competitivo e Inovador (GMCI).

O objetivo do programa é diminuir a incidência de crimes, principalmente a taxa de homicídios. Balestreri citou a redução nos indicadores de violência no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2016. “O vice-governador José Eliton deixou as diretrizes do programa prontas para atingirmos os resultados esperados”, pontua.

O vice-governador esteve à frente da pasta de fevereiro a dezembro de 2016. De acordo com o Balestreri, o programa atua em quatro frentes: investimentos em inteligência e investigação; estruturação operacional; controle prisional; e pacto social.

O secretário destacou ainda a parceria com a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) por meio do programa Escolas da Paz. Ele elogiou a iniciativa das forças policiais do estado que realizaram a prisão em tempo recorde de responsáveis por roubos e arrastões em unidades na rede estadual.

Com informações do repórter Gerliézer Paulo e do Goiás Agora

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757