Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Petras de Souza / Portal 730
fatima mrue petras de souza
A secretária municipal de saúde, Fátima Mrué, disse em entrevista à Rádio 730, na manhã desta quarta-feira (15), que uma das prioridades da pasta é melhorar o atendimento primário, evitando assim que pacientes procurem ou sejam encaminhados para unidades de tratamento de média e alta complexidade. Ela também afirmou que o prefeito Iris Rezende tem o compromisso de manter os salários dos servidores em dia.

De acordo com a secretária, a pasta passa por grandes dificuldades financeiras, mas que a nova administração está fazendo o possível para contornar a situação. "Nós encontramos a Secretaria Municipal de Saúde de difícil administração, com uma dívida, com parte dos funcionários que não havia recebido o salário em dezembro", lembra.

Ouça a entrevista completa de Fátima Mrué

Oriunda de administrações públicas federais, como o Hospital das Clínicas de Goiânia e o Hospital Regional de Taguatinga, Fátima Mrué, fala das diferenças com a nova função. "A minha função sempre foi atender o paciente, pedir os exames e tentar executar o tratamento adequado pra eles. Nesta nova função, eu estou vendo o contrário, vendo o que pode ser feito para viabilizar da melhor forma possível o atendimento aos pacientes", compara.

Estrutura

A secretária afirma que algumas das unidades de saúde da rede municipal são muito antigas, e que precisam passar por reformar e até mesmo ampliações. Ela cita que o CAIS do Bairro Goiá é uma das que vai ser reformadas pela prefeitura. Porém ainda não existe um cronograma para a obra. Os CAIS do Urias Magalhães e do Cândida de Morais também estão na lista.

Fátima destaca que a prefeitura pretende dar seguimento na formações dos CAIS em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) iniciada na gestão anterior. Mas o projeto depende de recursos, que a pasta não dispõe atualmente.

Pagamento

Os servidores da saúde só receberam o mês de dezembro na metade do mês de janeiro deste ano. Fátima Mrué aponta o histórico do prefeito Iris Rezende como garantia de que os funcionários da pasta receberão o pagamento em dia. Ela cita que até o momento, a prefeitura tem cumprido com as obrigações em dia.

Déficit

De acordo com a secretária, hoje não existe um déficit de médicos no municípios. Porém, ela assegura que pretende informatizar o serviço na central de solicitação de exames de média e alta complexidade. Desta forma, vários profissionais seriam liberados para o trabalho no atendimento direto à população.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757