Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Petras de Souza / Portal 730
agenor mariano petras de souza
O secretário de Planejamento e Habitação da prefeitura de Goiânia, Agenor Mariano, disse em entrevista à Rádio 730, na manhã desta quinta-feira, 9, que a atual gestão encontrou a cidade em um caos. Ele também voltou a defender a municipalização do serviço de água e esgoto.

O ex-vice-prefeito de Goiânia comparou a situação da capital de Goiás com uma cidade síria devastada pela guerra civil. "A realidade presente que nós encontramos no município de Goiânia é de destruição total, de caos administrativo. Se pudesse fazer uma comparação, só poderia ser comparado com a cidade de Alepo na Síria", exemplifica Agenor.

Ouça a entrevista completa de Agenor Mariano:

O auxiliar de Iris Rezende diz que além de um déficit de R$ 30 milhões, o município ainda tem uma população extremamente insatisfeita com os serviços oferecidos.

Saneago

Agenor Mariano mantém o mesmo posicionamento de antes da eleição. Ele entende que a prefeitura deve criar uma companhia para gerir o serviço de água e esgoto na cidade.

"Pra mim não tem que revogar a concessão porque pra mim, ela já nem existe mais. A Câmara deu autorização para renovar a concessão, mas na prática não foi renovada. A informação que eu tenho é que não foi assinado. Eu já dei minha opinião ao prefeito. Abre licitação ou cria a empresa própria de fornecimento de água. Eu acho que a melhor saída é a municipalização, porque você tem os ativos da concessão", opina.

Habitação

O secretário afirma que atualmente existem 28 mil famílias cadastradas a espera de uma casa no município de Goiânia. Ele diz que a prioridade é atender aquelas que tem maior dificuldade financeira.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757