Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Bruno Peixoto (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
brunopeixoto
O deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) – presidente metropolitano do partido - concedeu nesta terça-feira (25) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Em pauta, as articulações políticas da oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB) para as eleições de 2018.

A continuação da aliança entre PMDB e Democratas, que elegeu Iris Rezende (PMDB) como prefeito de Goiânia no ano passado, ainda é motivo de dúvida, já que ambos os partidos possuem nomes considerados fortes para o pleito do ano que vem: o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM).

Ao ser questionado pelo jornalista Cléber Ferreira, Bruno Peixoto defendeu um projeto conjunto entre peemedebistas e democratas, com Vilela candidato a governador sendo apoiado por Caiado. “Daniel Vilela é um jovem capacitado e íntegro. Em relação às delações da Odebrecht, ele provará que não tem nenhum envolvimento com isso. O Daniel une a oposição em Goiás. Não tenho dúvidas que Daniel Vilela e Ronaldo Caiado vão caminhar juntos”, afirma.

Em fevereiro deste ano, o senador Ronaldo Caiado disse que poderia abrir mão da candidatura ao Executivo estadual em prol da manutenção da aliança com o PMDB. Com base nessas declarações, o deputado Bruno Peixoto negou qualquer possibilidade de que a aliança seja rompida. “O senador Ronaldo Caiado deixou claro que não caminha sem o PMDB. Ele disse que só será candidato com o apoio do PMDB e que se ele não tiver o apoio do PMDB não será candidato e apoiará o candidato peemedebista. Eu confio na palavra dele.”, avalia Peixoto.

Entre os partidos que ainda não definiram alianças para 2018, estão o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o Partido Republicano (PR), legendas que podem deixar a base governista por insatisfações políticas, causadas em sua maior parte pelas próprias decisões tomadas pela base e por Marconi.

A senadora Lúcia Vânia (PSB), por exemplo, anunciou publicamente seu desconforto com o apoio do governador às candidaturas de José Eliton (PSDB) ao governo e Wilder Morais (PP) ao senado. Já a deputada federal Magda Mofatto destacou em entrevista à Rádio 730, que o PR está “livre, leve e solto”.

Ao comentar as divergências de opinião na base ligada ao governo estadual, Bruno Peixoto asseverou que uma aproximação entre PMDB, PSB e PR é possível. “Vamos conversar com a Lúcia Vânia pra ela vir pra oposição sim. Além disso, uma conversa com a Magda Mofatto também é extremamente viável. Esses nomes têm grandes possibilidades de caminhar junto conosco”.

Confira a entrevista na íntegra:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757