Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Leia mais...O Atlético completou neste domingo apenas a sua quinta partida em 2017, sendo o terceiro jogo oficial no Campeonato Goiano. Evidente que após duas derrotas o torcedor mais pessimista começa a ficar preocupado e com o pé atrás com o novo time.

No entanto, é preciso ter paciência com a montagem de um clube que perdeu uma base praticamente inteira após o título brasileiro no ano passado. É importante ressaltar que o sucesso que teve o Atlético no ano passado não nasceu em 30 dias de trabalho.

O Marcelo Cabo e sua comissão técnica tem trabalhado muito para colocar neste novo time um padrão técnico e tático no mínimo semelhante ao de 2016. O Atlético está em crescimento e vai melhorar no decorrer do Campeonato Goiano, e para que isso aconteça, é extremamente necessário que a torcida compreenda o momento de remontagem do time com o carro andando.

Sinceramente, após os três jogos do Atlético e duas derrotas nos clássicos, não vi o dragão inferior ao Vila Nova e nem ao Goiás. As duas derrotas se deram por lances tipicamente isolados, como os dois pênaltis.

Acompanhando o dia a dia do clube eu posso afirmar que acredito que o Atlético vai classificar as finais da competição e vai mostrar um futebol muito melhor do que tem apresentado atualmente.

O Atlético tem duas peças que fazem muito a diferença – o primeiro é o Adson Batista, um dos melhores gestores do Brasil. O outro seu treinador, Marcelo Cabo continua no mesmo padrão elevado do título brasileiro, faltando ainda apenas um pouco mais de sorte.

Leia mais...O Atlético está pronto para começar oficialmente a sua temporada de 2017. O técnico Marcelo Cabo, durante as três semanas, procurou dar o melhor padrão ao time para o clássico contra o Vila Nova e, conseguiu.

Nos últimos treinamentos, o nível rubro negro melhorou consideravelmente em relação aos dois amistosos na pré-temporada.

Não consideraria um time altamente preparado visando toda o estadual, haja vista que o melhor nível técnico, físico e tático virá no decorrer da competição.

O time base do Atlético para iniciar o Campeonato Goiano será: Kléver, Daniel Borges, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Abuda, Betinho, Luis Fernando, Jorginho e Willians; Junior Viçosa.

Em relação aos últimos treinamentos, eu destacaria cinco jogadores do Atlético - O goleiro Kléver voltou muito bem fisicamente das férias e largou na frente pela titularidade no ano.

O zagueiro Roger Carvalho é outro que chegou e cravou facilmente seu lugar no time principal, experiente e muito líder, é o novo capitão rubro negro.

O volante Abuda que veio da Ponte Preta, contrato até o fim do ano, joga como primeiro e segundo volante, tem bom passe e forte marcação, tem treinado bem e será titular absoluto.

Agora dois jogadores que fizeram uma excelente pré-temporada são remanescentes no clube, conhecidos do torcedor. O garoto e talismã, Luis Fernando e o meia Jorginho de contrato renovado. Luis começou 2017 como terminou a temporada passada, se destacando muito com a camisa do clube.

Já o meia Jorginho, hoje, é o melhor jogador do Atlético para 2017. Mostra que é um jogador diferenciado com a bola nos pés.

Sábado a bola rola e para um grande jogo, Atlético x Vila Nova, clássico que abre com chave de outro o Campeonato Goiano.

Leia mais...Demorei bastante tempo para assimilar todas as informações que tive nos últimos três dias a respeito do que tem acontecido no Atlético.

Aqui, neste espaço, tenho a consciência que não quero falar do técnico Marcelo Cabo. E sim, do pai, filho, marido e amigo, Marcelo.

A pessoa com quem eu pude conviver quase um ano, no dia a dia do Atlético, me fez ter uma visão absolutamente diferente desta que tem sido colocado nas últimas 48 horas. Eu falo por mim, que já errei muito e tenho meu senso de cobrança que farei de novo.

Não por isso me julgo ou passo a ter uma visão que não sou uma boa pessoa, pois a minha verdade é a que realmente importa.

Eu sou um homem bom, de coração bom e muitas outras qualidades, buscando melhorar com os meus defeitos.

Sendo aqui a minha esperança que o Marcelo ganhe forças, que depois da queda ele esteja se reerguendo e buscando um caminho que o faça mais forte do que já era antes de cair.

Falo tudo por mim, sendo exatamente o que eu acredito - o Marcelo Cabo independente do que fez, deixou de fazer ou sei lá o que, é uma pessoa muito boa, de coração bom, simpático e um profissional excelente.

O mau de muitas pessoas é a memória curta, deixando uma sequencia de acertos serem esmagados com somente um erro, independente do quão grave tenha sido. Evidentemente que toda regra tem uma exceção, o que não é este o caso específico.

Que o torcedor que hoje faz piada e o julga pelo erro cometido se lembre de quando o aplaudiu pelos acertos que levaram o Atlético Clube Goianiense a conquistar o maior titulo da sua história.

Nós temos o costume de enaltecer quando não se deve ser enaltecido e martelar quando não se deve ser martelado.

Todo homem merece uma segunda chance. Ela existe e está ai para todos, inclusive você, que aponta o dedo e se esquece que amanhã pode esperar pela segunda chance que um dia negou.

Boa sorte daqui para frente, sua família será à base da sua reconstrução e o bom coração que tem o fará superar essa história. O que tiver que provar faça por você mesmo, pois sua verdade será eternamente a única que terá importância.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757