Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/Internet
flickr
Se na sua playlist não podem faltar nomes como Led Zeppelin, Elvis Presley, Ozzy Osbourne, Guns N’ Roses, AC/DC, Iron Maiden, Kiss, Motörhead, Rolling Stones, Pink Floyd, Beatles, Jimmy Hendrix, Nirvana, Creedence Clearwater Revival, Red Hot Chilli Peppers, entre tantos outros... bingo! Você é louco por rock!!! O dia do estilo musical é comemorado oficialmente nesta quinta-feira (13).

Considerado um dos estilos musicais mais populares de todos os tempos, o rock surgiu na década de 1950, em plena Guerra Fria, se transformando no maior símbolo de rebeldia, protesto e combate a qualquer tipo de tradicionalismo, fascinando adultos e jovens de todo o planeta. O professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Wolney Unes, explica que o rock and roll tem forte influência dos Estados Unidos, por meio do blues.

“O rock surgiu a partir da música do sul dos Estados Unidos, da música negra, pois naquela época, naquele país, havia essa diferença entre coisas de brancos e de negros. Então o rock seria uma derivação da música negra do sul estadunidense. Na Segunda Guerra Mundial encontrou grande campo para se desenvolver. É um estilo de vida”, ressalta.

O estilo do rock foi consagrado até mesmo na dramaturgia, com atores como James Dean, cujos personagens costumavam aparecer nas telas com jaquetas de couro, penteado vistoso, irreverência.

Uma pesquisa feita pela UFG, elaborada com o objetivo de entender a popularidade do rock, trata das sensações auditivas e conexões cerebrais causadas em quem ouve o estilo. O estudo, que foi orientado por Unes, é o resultado da tese de mestrado do aluno da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da universidade, Rodrigo Invernizzi. O trabalho mostra que o prazer que os fãs sentem ao ouvir uma canção de rock estaria associado à intensidade do volume.

“O gênio foi associado à irreverência, o lado social, à juventude. No entanto, fisiologicamente, nós identificamos essa característica da amplificação eletrônica a altos volumes e isso tem uma influência no sistema cognitivo. Quando se fica submetido a altos volumes acima de 100 decibéis, isso desencadeia uma reação biológica. É uma reação muscular que provoca liberação de endorfina e dopamina que são, justamente, os hormônios do prazer”, explica Unes.

O dia 13 de julho foi escolhido em homenagem ao Live Aid, megaevento realizado em 1985, em que mais de 100 mil pessoas acompanharam os shows realizados nos Estados Unidos, Austrália, Rússia e Japão. A celebração é uma referência a um desejo expressado pelo cantor britânico Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o "Dia Mundial do Rock".

Com informações da repórter Larissa Artiaga

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757