Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

jalapEm um dia de calor, principalmente nesta época do ano, como resistir a uma imagem destas e não pensar na sensação de refrescância de um mergulho? Assim é o Jalapão. Este Super Destino está localizado no interior do Tocantins, próximo à múltipla fronteira com Piauí, Maranhão e Bahia.

Ouça na íntegra

Cachoeiras abundantes e cristalinas, chapadões, serras com clima de savana, dunas de tons alaranjados que chegam a 40 metros de alturas, nascentes e formações rochosas impressionantes.

Em pleno cerrado brasileiro, são 34 mil km² de paisagem árida e cortada por verdadeiras teias de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis, a 340 quilômetros da capital Palmas.

O superintendente de Desenvolvimento Turístico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo e Cultura do Tocantins, James Possato, conversou com a jornalista Luciana Maciel, da 730, sobre os encantos do lugar.

“O Jalapão é o maior bloco de cerrado preservado do país. Temos um mosaico de unidades de preservação que protege cerca de 3 milhões de hectares de cerrado ainda preservado com as nascentes, com ambiente exclusivos que valem muito a pena conhecer. Os roteiros do Jalapão chegam a até oito dias”, explica.

Os amantes da aventura tem como opções o rafting pelas corredeiras, ou o ciclo turismo de mountain bike, em contato com a natureza local e conhecendo as culturas de comunidades quilombolas da região.

De acordo com o superintendente, a melhor forma de se chegar ao Jalapão é por meio de transporte 4X4 com agências especializadas de turismo, localizadas na capital Palmas. O próprio percurso até o Parque Estadual já é uma aventura.

“A região do Jalapão é de estradas não pavimentadas, onde percorrer aquele trajeto é parte da emoção, desde que com um guia de turismo cadastrado ao ministério e com equipamento adequado. Partindo de Palmas, há duas formas de iniciar o roteiro, saindo por Ponte Alta ou por Novo Acordo, ambas as entradas são bastante viáveis”, afirma.

De dezembro a março, ocorre a chamada época de chuvas, mas nada que atrapalhe o roteiro, pelo contrário, o clima fica mais ameno e a vegetação mais verde. No entanto, na região faz calor o ano todo, com os termômetros registrando entre 30º e 35ºC, e um friozinho à noite entre 12º e 20ºC.

Confira, a seguir, algumas dicas e lugares que não podem deixar de ser visitados no Jalapão.

Cachoeira da Formiga 

Famosa pela beleza da queda e formação de piscina natural azul-esverdeada, com águas borbulhantes e cristalinas, fundo de areia branca e a presença de peixinhos.

Cachoeira da Velha 

É uma das maiores atrações do Jalapão. Alimentada pelas águas do Rio Novo, a cachoeira tem cerca de 25 metros de altura e é formada por duas quedas em forma de ferradura. É possível acampar nas praias formadas nas margens acima da queda.

Dunas 

Cenário mais famoso do Jalapão: dunas de cor alaranjada, com até 40 metros de altura e 34 mil Km2 de extensão. A cor é decorrente da erosão natural dos paredões de arenito, de cor avermelhada, que ficam próximos dali. O vento forma uma nuvem de pequenas partículas de rocha que acabam caindo nas dunas, cobrindo-as com uma camada colorida. Do topo das dunas se tem uma excelente vista panorâmica da região.

Dunas acobreadas são parte da paisagem do Jalapão
jalapad

Mumbucas 

Descendentes de escravos que formam um grupo de 22 famílias que vivem da fabricação de artesanato feito com capim dourado. A comunidade está localizada a 30 km de Mateiros.

Praias do Jalapão 

Praias fluviais de águas cristalinas e areias finas. Possuem margens preservadas pela mata ciliar.

Poço do Fervedouro 

Poço de águas cristalinas e borbulhantes, formado por uma nascente subterrânea. Possui profundidade desconhecida, já que nada afunda no lago devido à pressão e à alta densidade da água. Um dos atrativos mais interessantes da região.

Água e repelentes

Tome bastante água para evitar a desidratação, pois o clima é bastante seco. Se preferir, leve isotônicos em pó. Não esqueça cantil e hidrosteril para purificar a água. Não esqueça de levar repelente de mosquitos. Leve seus medicamentos ou produtos pessoais, pois a região é inóspita. As compras podem ser feitas em Palmas.

Com informações do site Jalapão Turismo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757