Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
preso
O traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, será transferido para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia. Em dezembro do ano passado, o juízo da 20ª Vara Criminal da Capital já havia autorizado a transferência para um presídio federal pelo prazo inicial de 360 dias.Ele atualmente está no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio.

No mesmo presídio está preso, desde 2011, o traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. Os dois provocaram uma guerra pelo controle dos pontos de venda de drogas na Rocinha, em setembro último. Houve necessidade de intervenção das Força Armadas, que ocupou a favela para dar tranquilidade aos moradores, que ficaram vários dias sem sair de casa, com medo das constantes trocas de tiros entre as duas facções criminosas rivais.

O pedido para que Rogério seja transferido para um presídio fora do Rio foi feito pela Secretaria de Segurança Pública e pelo Ministério Público estadual. A transferência agora ficará a cargo da secretaria e dos demais órgãos responsáveis.

Rogério 157 foi preso no dia 6 de dezembro do ano passado, pelas forças de segurança do Estado, na favela do Arará. Considerado um dos traficantes de drogas mais procurados da cidade, Rogério Avelino de Souza, o Rogério 157, da favela da Rocinha, na zona sul, onde estava foragido e se escondendo em várias comunidades controladas pela facção criminosa a qual ele pertence.

Há três meses, ele provocou uma guerra na comunidade, depois de deixar a quadrilha de Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. Com essa atitude, Nem deu ordens de dentro de um presídio federal fora do Rio, onde está preso desde 2011, para que integrantes de sua quadrilha invadissem a Rocinha com o apoio de homens de outras comunidades, ligados à mesma facção criminosa, o que resultou em uma verdadeira guerra.

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757