Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: PRF-GO/Divulgação
prfgo
Um ônibus clandestino foi retido no início da tarde desta quinta-feira (7) na BR-060, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Anápolis, a cerca de 60 quilômetros de Goiânia. Segundo os agentes, o coletivo foi contratado por uma empresa aérea para fazer o traslado dos 48 passageiros entre os aeroportos da capital goiana e de Brasília.

Ainda de acordo com a PRF, o ônibus foi parado por policiais que estão realizando o “cinema rodoviário”, ação que apresenta aos passageiros e motoristas pequenas palestras sobre trânsito enquanto ocorre a fiscalização.

Ao checar as condições do veículo, os policiais verificaram que o ônibus não possui emplacamento e nem autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para fazer o transporte de passageiros.

De acordo com o motorista, ele foi contratado por uma empresa aérea para transportar passageiros de um voo que saiu de Cuiabá e deveria pousar em Goiânia, mas acabou aterrissando na capital federal. Um dos passageiros contou como tudo aconteceu.

“Nós saímos no voo das 5h da manhã, de Cuiabá a Goiânia. Chegando em Goiânia, o tempo estava fechado, sobrevoamos durante um certo tempo a cidade de Goiânia, e aí o piloto avisou que teria que ir para Brasília e que não desceria em Goiânia. Nós descemos em Brasília, o pessoal da Azul nos recebeu, disse que o voo tinha sido cancelado, que não havia outros voos por outras companhias para fazer o trajeto e nós teríamos que vir via terrestre. Então eles providenciaram uma van e um ônibus”, relatou.

Após aguardarem por cerca de 1 hora e 30 minutos, os passageiros seguiram viagem em veículos regulares até o destino final.

A reportagem do Portal 730 não conseguiu contato com a assessoria da companhia aérea até esta publicação.

Imagens: PRF-GO/Divulgação

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757