Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Polícia Civil/Divulgação
petroleocru
A Polícia Civil (PC) de Goiás (GEPATRI/Luziânia), juntamente com o Ministério Público-GO (GAECO), PC-RJ e MP-RJ, deflagraram nesta quinta-feira (23) em Luziânia, a Operação Conexão Clandestina. A ação também foi deflagrada nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

De acordo com as investigações, conduzidas pela PC-RJ e o GAECO/MP-RJ, uma organização criminosa atuava no Rio de Janeiro, desviando petróleo cru dos dutos de transporte da Petrobrás S.A. e da Transpetro S.A., sendo o petróleo produto de crime revendido para diversas localidades.

Segundo as investigações, um dos compradores do petróleo seria um empresário de Luziânia, de 47 anos, proprietário de uma companhia do ramo de combustível no município.

Com base nas investigações, o Poder Judiciário do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva do suspeito, bem como a busca e apreensão na empresa. Além da prisão, foram apreendidos computadores, agendas e documentos diversos.

Na empresa, técnicos da Petrobrás e da Transpetro recolheram amostras dos produtos armazenados no local, as quais foram encaminhadas para laboratório da Petrobrás, para análise.

De acordo com a polícia, caso fique constatado que o produto armazenado na empresa do empresário é petróleo cru, furtado dos dutos das empresas no Rio de Janeiro, o homem poderá responder em Luziânia por receptação, além dos fatos que já são investigados no Estado do Rio de Janeiro.

Foto: Polícia Civil/Divulgação
petroleocrurd

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757