Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Polícia Civil/Divulgação
gasdecon
A Polícia Civil, por meio da da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Decon), prenderam nesta segunda-feira (11), o comerciante Flúvio Rangel Lopes de Castro, de 45 anos, suspeito de encher botijões de gás de cozinha de maneira irregular e comercializá-los no Setor Cidade Jardim, região sudoeste de Goiânia.

De acordo com as investigações, o homem mantinha um depósito nos fundos de casa e confessou à polícia que retirava o gás que sobrava de recipientes usados e colocava em outros até encher.

Segundo o delegado Rodrigo do Carmo Godinho, todo processo era feito de maneira amadora, o que colocava em risco a segurança dos consumidores. “Ele controlava o peso através de uma balança, sem qualquer tipo de controle ou autorização dos órgãos fiscalizadores”.

A polícia chegou até ele após denúncias. Ao ser preso, Flúvio disse que teve uma distribuidora de gás por oito anos, mas que devido à crise econômica, teve que fechar o comércio e, há nove meses, armazenava e revendia os produtos em sua própria casa.  A ação foi realizada em parceria com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), que efetivou procedimento administrativo e realizou a apreensão dos botijões de gás existentes no local.

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757