Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

prfA Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira (11) o balanço final da Operação Independência, realizada em parceria com o Batalhão Rodoviário da Polícia Militar (BRPM-GO), em rodovias que cortam o estado, durante o feriado prolongado de 7 de setembro.

Ao longo dos cinco dias de fiscalização, foram registrados nas rodovias federais e estaduais em Goiás 99 acidentes com 99 feridos, 14 mortes e mais de 20 mil multas aplicadas. A média foi de 170 infrações por hora.

Ainda durante a operação, 261 pessoas foram tiradas de circulação por dirigirem embriagadas e 283 veículos apreendidos com documentação vencida. De acordo com o superintendente regional da PRF-GO, Álvaro Rezende, além da imprudência e excesso de velocidade, as queimadas à beira das estradas também contribuíram para os acidentes.

Segundo a PRF, o acidente mais grave aconteceu na BR-158, próximo ao município de Bom Jardim de Goiás, na região oeste, no qual duas pessoas perderam a vida, como relata o superintendente.

O comandante do policiamento rodoviário estadual, Márcio Vicente da Silva, destaca que nas rodovias estaduais, o que mais chamou a atenção foram dois acidente ocorridos com ambulâncias, nos quais uma pessoa morreu.

A velocidade recorde do feriadão foi registrada entre os municípios de Anápolis e Brasília, em que uma moto foi flagrada pelos radares trafegando a 220 quilômetros por hora. Entre os carros, um apressadinho passou pelas lentes das câmeras da polícia a mais de 197 km/h, entre Rio Verde e Jataí, no sudoeste goiano.

Confira os números da operação, de quarta-feira (6) a domingo (10):

Total de acidentes: 99

Total de feridos: 99

Total de mortos: 14

Total de autuações: 13.365

Alcoolemia: 261

Veículos recolhidos: 283

Pessoas detidas: 41

Com informações do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757