Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Jerônimo Junio/Portal 730
deicpoliciacivil
A Polícia Civil (PC), por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREF), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), cumpriu dez mandados de prisão e 12 de busca e apreensão em desfavor de uma associação criminosa, suspeita de atuar na falsificação de documentos.

A chefe do GREF, Mayana Rezende, explica de que os documentos falsificados eram usados pelos suspeitos.

Um dos golpes aplicados pelos suspeitos era a locação de veículos, e que depois eram negociados com documentação falsa, como relata Mayana Rezende.

Segundo a polícia, ao todo, nove pessoas foram presas. Dois mandados de prisão ainda estão em aberto. Um dos suspeitos envolvidos com a associação criminosas, era o traficante Thiago Topete, que foi assassinado dentro do sistema prisional de Aparecida de Goiânia. A delegada destaca quanto os suspeitos cobravam para falsificar os documentos.

Do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757