Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Cristiano Araújo e o motorista Ronaldo Miranda Ribeiro (Foto: Reprodução)
crironaldo
A juíza Patrícia Machado Carrijo, da 2ª Vara da comarca de Morrinhos, realizou nessa terça-feira (4) audiência de instrução e julgamento com Ronaldo Miranda Ribeiro, motorista do cantor sertanejo Cristiano Araújo.

O acusado dirigia o carro na ocasião do acidente, que causou a morte do artista e da namorada, Allana Moraes, no dia 24 de junho de 2015, na BR-153, próximo ao município, enquanto voltava para Goiânia, após um show em Itumbiara.

Durante a oitiva, o representante Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) solicitou a dispensa das testemunhas de acusação e pediu vistas dos autos para apresentação dos memoriais escritos. O advogado do réu, por sua vez, também dispensou as testemunhas que não foram inquiridas e pugnou pela concessão do prazo legal para apresentação da peça final de defesa na forma escrita, face a complexidade e a repercussão do feito.

Dessa forma, a juíza homologou a dispensa das testemunhas arroladas por ambas as partes que não compareceram, e converteu as alegações orais em memorais escritos, face o excessivo número de precatórias.

Acusação e defesa têm prazo de cinco dias para apresentarem suas alegações finais, que serão arroladas aos autos para conclusão e sentença

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757