Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

jusbrasilFoi votada nesta segunda-feira (26), em sessão extraordinária, a extensão da licença-paternidade para servidores do Poder Judiciário.

Durante a sessão, a Corte Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) aprovou, por unanimidade, a mudança do período em que o pai fica afastado das funções de cinco para 20 dias.

O pedido, feito pelo Sindicato dos Servidores e Serventuários do Poder Judiciário do Estado de Goiás.

Em 2016, a então presidente Dilma Rousseff já havia sancionado a lei que aumenta a licença paternidade de cinco para 20 dias, mas apenas para servidores de empresas vinculadas ao programa Programa Empresa Cidadã, do governo federal, e que vigora desde janeiro desde ano.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757