Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
forcasdeseguranca
O 21º Congresso da Associação Brasileira de Saúde da Polícia Militar e Bombeiros, 16º Congresso da Academia Nacional de Saúde e o 4º Encontro de Saúde Ambiental, que tiveram início nesta quinta-feira (22) e terminam no sábado (24), são realizados no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), em Goiânia.

Os eventos têm como objetivo o debate sobre saúde dos militares, e contam com a participação de profissionais das áreas de medicina, odontologia, enfermagem, psicologia, nutrição, biomedicina e educação física. O presidente do Congresso, tenente coronel e médico Waldemar Naves do Amaral, relata os tipos de doenças mais comuns, que são contraídas pelos militares por causa do tipo de atividade profissional.

A profissão militar é de auto risco e provoca grande nível de estresse. Por isso, o policial recebe acompanhamento psicológico para poder defender a população, como explica o comandante de Saúde da PM em Goiás, coronel Sérgio Ricardo Caetano.

Este é o terceiro realizado em Goiás. O presidente da Academia Nacional de Saúde das Polícias Militares e Bombeiros, Rômulo Teixeira, ressalta a importância do evento para a redução do número de policiais afastados por motivo de doença.

Do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757