Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Juquinha (Foto: Reprodução/ Internet)
juquinha
A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (02), em Goiânia, o ex-presidente da Valec, Juquinha das Neves. O caso tem ligação com a Operação de Volta aos Trilhos, que investiga corrupção nas obras da ferrovia norte-sul.

Juquinha das Neves chegou a ser conduzido coercitivamente à PF no dia 25 de maio – data em que a Operação foi deflagrada. O filho de Juquinha, Jader das Neves, e o advogado Leandro de Melo Ribeiro foram presos na mesma ação policial. Juquinha nega que tenha cometido algum crime.

Segundo o Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO), o ex-presidente da Valec e seu filho teriam continuado a lavar dinheiro oriundo de propina mesmo depois de condenados à prisão, "produzindo provas falsas no processo para ludibriar o juízo e assegurar impunidade, além de custearem parte de sua defesa técnica (advogados) com dinheiro de propina". Já o advogado Leandro Ribeiro é suspeito de ser laranja dos dois primeiros e de auxiliá-los na ocultação do patrimônio.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) indeferiu, nos dias 26, 27 e 29 de maio, três pedidos de concessão liminar em recursos de Habeas Corpus de revogação da prisão ou concessão da liberdade provisória para Jader das Neves e para Leandro Ribeiro.

Dois dos três recursos de Habeas Corpus foram impetrados pela defesa de Jader Ferreira. Já o terceiro teve como autoria a OAB/GO em favor do advogado Leandro Ribeiro. Nos três recursos o TRF1 entendeu não haver ilegalidade nas prisões decretadas pelo juízo da 11ª Vara da Justiça Federal de Goiânia, razão pela qual indeferiu os pedidos.

Com informações do MPF-GO

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757