Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Polícia Civil/Divulgação
cervejas
O rótulo da garrafa estampava uma marca de cerveja, mas o sabor era completamente diferente. Era assim que um laboratório clandestino de adulteração do produto funcionava na Rua Waldomiro Rosa de Oliveira, Setor Jardim das Rosas, em Goiânia. Segundo o delegado Eduardo Gomes, por meio de uma denúncia anônima, a polícia descobriu o local.

Túlio Xavier dos Santos, de 21 anos, que veio de Brasília após receber uma proposta para trabalhar no laboratório foi preso em flagrante. Junto com ele a polícia apreendeu 150 caixas de cervejas adulteradas. O delegado explica ainda que o proprietário do estabelecimento e os responsáveis pela compra dos produtos ainda não foram identificados.

O suspeito vai responder pelo crime inafiançável de falsificação de alimentos. A pena varia de 4 a 8 anos de prisão. Foram necessários dois caminhões para remover toda a carga apreendida no local.

Com informações da repórter Giuliane Alves

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757