Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Investigação aponta que DJ foi morto a mando da própria filha de 16 anos (Foto: Reprodução/Facebook)
djquirinos
A Polícia Civil (PC), apresentará nesta segunda-feira (29), na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), a conclusão do homicídio de Elpídio Quirino dos Santos.

O crime aconteceu no dia 25 de novembro de 2016. De acordo com as investigações, Elídio, que era DJ, foi morto com três tiros de arma de fogo em frente a casa da mãe, na Vila Boa Sorte, região centro-oeste de Goiânia.

Segundo a PC, ficou comprovado que a mandante do homicídio foi a própria filha do DJ, uma adolescente de 16 anos de idade, e que estava com o pai no momento em que ele foi executado pelo namorado dela, um menor de 15 anos.

Ainda de acordo com a polícia, foi representada pela internação provisória dos dois adolescentes, pedido que foi deferido pelo Juizado da Infância e Juventude, uma vez que os menores estavam escondidos no município de Caldas Novas, onde foram encontrados.

As investigações apuraram também que os adolescentes contaram ainda com a  participação de um outro menor de idade e de Franklin de Paula Vieira, de 25 anos, que dirigiu o veículo utilizado no dia do crime, e teve mandado de prisão temporária expedido contra ele na última quinta-feira (25).

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757