Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

E.F.L. foi autuado em flagrante por dois crimes (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
efl
A Polícia Civil (PC), por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida de Goiânia, cumpriu nesta sexta-feira (26) mandado de prisão contra um homem de 58 anos, suspeito de abusar sexualmente da própria filha, de 7 anos, e da afilhada, de 6, e da sobrinha.

De acordo com a delegada Caroline Braga, responsável pelas investigações, familiares do suspeito fizeram a denúncia e entregaram fotos impressas de pornografia infantil que o homem escondia debaixo do colchão.

Com autorização judicial, foi representada a quebra de sigilo telefônico do homem, por meio da qual a polícia verificou a existência de diversos vídeos no aparelho celular com conteúdo de pornografia infantil. Em uma das gravações, o suspeito aparece sendo masturbado pela própria afilhada.

Ainda segundo a delegada, a esposa do acusado afirma que chegou em casa e flagrou o suspeito com as mãos nas partes íntimas da própria filha, e que imediatamente após o fato denunciou o caso à polícia.

Segundo Caroline Braga, o homem confessou que teria pegado nos seios da criança, e que não fez nada além disso. Já de acordo com relatos da vítima, outros atos libidinosos foram cometidos contra ela pelo suspeito, em outras oportunidades, desde fevereiro de 2017.

Além do pedido de prisão preventiva, o homem, cujo nome não foi divulgado pela polícia, foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável pelo crime de armazenamento de pornografia infantil. A polícia continuará as investigações para averiguar se outros abusos ocorreram por parte do acusado.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757