Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
pf
A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (11) a Operação ‘O Grande Irmão’, com o objetivo de desarticular organização criminosa dedicada à prática dos crimes de furto e estelionato qualificado, mediante fraudes cibernéticas, em desfavor de instituições financeiras, incluindo a Caixa Econômica Federal.

Segundo a Polícia Federal, por meio de fraude o grupo criminoso inseria créditos indevidos em cartões de débito pré-pagos, que eram utilizados para centenas de saques em terminais eletrônicos e pagamentos de compras realizadas em estabelecimentos comerciais, inclusive para aquisição de um veículo de alto valor por um dos suspeitos.

Os investigados também realizavam transferências bancárias fraudulentas para contas particulares e de empresas das quais eram sócios, além de induzirem terceiros a realizarem pagamentos de boletos adulterados, cujos valores eram depositados nas contas das referidas empresas.

Segundo a PF, até o momento apurou-se que os suspeitos atuavam desde 2012, estando comprovado o prejuízo de R$ 1,5 mi. Porém, estima-se que o valor total dos prejuízos supere R$ 3 mi.

Aproximadamente 60 policiais federais cumprem 21 mandados expedidos pela 5ª Vara Federal de Goiânia, sendo 10 mandados de busca e apreensão, 09 mandados de prisão temporária e 02 mandados de condução coercitiva. As ordens judiciais estão sendo cumpridas em Goiânia, Trindade, Catanduva – no interior de São Paulo- e no Distrito Federal.

Com informações da Polícia Federal

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757