Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Renato de Castro (Foto: Petras de Souza/Portal 730)
renatocastro
O juiz André Reis Lacerda, do Cartório Eleitoral de Goianésia, determinou nesta terça-feira (9) a cassação dos mandatos do atual prefeito Renato de Castro (PMDB), e do vice Carlos Gomes (DEM).

De acordo com o juiz, a cassação foi determinada por suspeita de prática de caixa dois na campanha do peemedebista. O magistrado entendeu ainda que o vice teria repassado verbas não declaradas ao Tribunal Regional Eleitoral (TER-GO) para a conta do pai de Renato, Manoel “Fião” de Castro (PMDB).

Apesar da determinação, Renato e Carlos devem seguir nos cargos até que a decisão seja confirmada pelo órgão colegiado, após o esgotamento dos recursos. A permanência, segundo o juiz, evita que se instaure na cidade o “quadro de instabilidade institucional”.

Caso o prefeito e vice sejam definitivamente destituídos, assume provisoriamente o presidente da Câmara Municipal de Goianésia, Altemar Carrilho de Castro (PSDB). No documento, o juiz determina também que sejam realizadas novas eleições.

A denúncia foi acatada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), e o peemedebista ainda poderá recorrer da decisão, que precisa ser confirmada pelo TRE-GO.

A reportagem do Portal 730 não conseguiu contato com as assessorias do prefeito e vice de Goianésia até esta publicação.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757