Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Polícia Civil/Divulgação
deconoculosabc
A Polícia Civil (PC), por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) em conjunto com a Vigilância Sanitária, apreenderam nesta quinta –feira (27) mais de 10 mil itens entre óculos e armações falsificados no Setor Central, em Goiânia.

De acordo com o titular da Decon, delegado Weber Leonardo, três lojas, sendo duas do mesmo proprietário, estão localizadas em uma galeria entre a Avenida Anhanguera e a Rua 4. Toda a mercadoria foi avaliada em aproximadamente R$ 300 milhões.

Ainda segundo o delegado, com as falsificações dos óculos, o Estado de Goiás deixou de arrecadar cerca de R$ 500 mil em impostos. Foram apreendidas lentes, óculos de sol e de grau.

Os donos dos estabelecimentos, lan Kardec Coelho Aguiar, de 34 anos, e Otto Nilcon de Souza Nunes, de 33, que não tinham passagens pela polícia, foram presos em flagrante e conduzidos para a delegacia, onde foram autuados por crime contra as relações de consumo, cuja pena varia de dois a cinco anos de detenção.

Apesar disto, ambos pagaram fiança e devem responder pelo crime em liberdade. A Vigilância Sanitário atestou que as lojas Adrain Imports e Tony Imports possuem alvará de funcionamento, e não sofreram interdição.

Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757