Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Michelle Brasil estava foragida (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
travestid
A Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), apresentou a travesti Michelle Brasil, acusada de matar um traficante a facadas no feriado de Tiradentes, em frente a um bar no Setor São Francisco, região oeste de Goiânia. Segundo o delegado Thiago Martimiano, a acusada estava foragida.

Ainda segundo o delegado, o crime ocorreu depois que o traficante se recusou a vender as drogas à travesti.

O delegado ressalta que Michelle Brasil e o traficante, que não foi identificado, não se conheciam e nem mantinham relacionamento. Durante as buscas por Michelle, outra travesti, Kellyta Maya, que estava foragida durante a Operação Divas, realizada em dezembro, foi presa.

Ambas responderão pelos crimes de homicídio qualificado e podem cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão. 

Com informações da repórter Jordanna Ágatha

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757