Foto: Reprodução/Internet
zoiverde
A Polícia Civil (PC) confirmou na manhã deste sábado (22) que o brasileiro morto na Bolívia é mesmo o traficante Marcelo Gomes de Oliveira, conhecido como “Zói Verde”. O crime aconteceu na noite da última quinta-feira (20), na cidade de Santa Cruz de La Sierra, a 850 quilômetros da capital La Paz.

De acordo com a assessoria de comunicação da PC-GO, a confirmação se deu por meio de exames cadavéricos. Na última sexta-feira (21), o chefe da Comunicação da PC-GO, Gylson Mariano, informou à reportagem da 730 que a família e o advogado de “Zói Verde” já davam como certa a morte do maior traficante do estado de Goiás.

Segundo informações do jornal boliviano El Deber, Zói Verde, foi morto em uma possível emboscada por acerto de contas com narcotraficantes. Três homens perseguiram o traficante quando o abordaram e dispararam três vezes contra ele, que não resistiu. Em seguida, os suspeitos fugiram no carro do brasileiro, um veículo da marca Toyota.

Junto ao corpo da vítima, a polícia local encontrou um documento de identidade falso utilizado pelo traficante, com o nome Reginaldo Fernández de Almeida, cuja idade era 35 anos. A foto do documento era idêntica a de Marcelo Zói Verde.

Agora, a polícia aguarda os trâmites legais para confirmar a morte à Justiça brasileira. Com o óbito, o processo contra Zói Verde deverá ser extinto por impossibilidade de cumprimento da pena. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757