Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação/ Polícia Civil
pccasp
Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, prenderam em flagrante, na segunda-feira (10) David Santos Rodrigues de Araújo, de 29 anos, e Luiz Paulo Borges Silva, de 25 anos, pelo crime de roubo qualificado em um comércio daquele município.

O crime aconteceu na madrugada anterior à prisão, nas proximidades da Avenida Beira Rio, em um bar da cidade, após o encerramento das atividades. David trabalhava como funcionário do local e teria planejado o roubo no dia anterior. Luiz Paulo, seu comparsa, ficaria encarregado de realizar a abordagem dos funcionários.

Em diligências investigativas, os agentes do Gepatri capturaram os suspeitos, que foram levados até o distrito policial, local em que foi lavrado auto de prisão em flagrante delito. Na oportunidade, as vítimas reconheceram os autores. Interrogados, ambos confessaram a prática do roubo. David não possui passagens policiais, enquanto Luiz Paulo já foi investigado por tráfico, receptação e posse de arma de fogo.

Com informações da Polícia Civil

oliciais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, prenderam em flagrante, no dia 10 de abril, David Santos Rodrigues de Araújo, de 29 anos, e Luiz Paulo Borges Silva, de 25 anos, pelo crime de roubo qualificado em um comércio daquele município.

O crime aconteceu na madrugada anterior à prisão, nas proximidades da Avenida Beira Rio, em um bar da cidade, após o encerramento das atividades. David trabalhava como funcionário do local e teria planejado o roubo no dia anterior. Luiz Paulo, seu comparsa, ficaria encarregado de realizar a abordagem dos funcionários.

Em diligências investigativas, os agentes do Gepatri capturaram os suspeitos, que foram levados até o distrito policial, local em que foi lavrado auto de prisão em flagrante delito. Na oportunidade, as vítimas reconheceram os autores. Interrogados, ambos confessaram a prática do roubo. David não possui passagens policiais, enquanto Luiz Paulo já foi investigado por tráfico, receptação e posse de arma de fogo.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757