Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


O coronel Divino Alves e o titular da SSPAP, Ricardo Balestreri (Foto: Giuliane Alves/Portal 730)
balestreri
A Polícia Militar (PM) deflagrou nesta quinta-feira (23), no pátio da Academia da corporação, no Setor Leste Universitário, a terceira etapa da Operação Fecha Goiás. O objetivo é intensificar a atuação preventiva e ostensiva contra a criminalidade em todo o estado.

Segundo a PM, centenas de bloqueios estão sendo montados em pontos estratégicos, com abordagens a veículos e pessoas em atitude considerada suspeita. O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), Ricardo Balestreri, esteve presente à solenidade. Ele falou sobre a operação.

“A PM goiana é uma das polícias mais fortes do Brasil e contribui, de forma decisiva, com a constante redução dos indicadores de criminalidade em Goiás”, afirma durante entrevista coletiva.

O comandante-geral da corporação, coronel Divino Alves, ressalta que o foco é combater o tráfico de drogas, recapturar foragidos, apreender veículos roubados e reduzir ainda mais o número de homicídios. Mais de 2 mil policiais e 600 viaturas estão envolvidos na ação.

“Estamos trabalhando de forma ainda mais ostensiva para preservar vidas e garantir cada vez mais sensação de segurança à população”, explica o coronel Divino Alves.

Todas as forças especiais da PM participam da operação, a exemplo do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer), Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), Batalhão de PM de Choque (BPM Choque), Batalhão de PM Rodoviária (BPMRv), Batalhão de PM Ambiental (BPMAmb), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e Cavalaria.

Foto: Giuliane Alves/Portal 730
balestreris

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757