Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação/ PC
policia civil
A Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) informou que os cinco suspeitos de fraudar o concurso para delegado substituto da Polícia Civil  foram soltos após participarem de audiência de custódia nesta terça-feira (14).

Com isso, os suspeitos vão  responder ao processo em liberdade. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados para não prejudicar as investigações. Segundo a Polícia Civil, os candidatos chegaram  a pagar de R$ 120 mil a R$ 395 por uma vaga.

Na manhã desta terça-feira, a Polícia Civil havia afirmado que três dos suspeitos tinham confessado o crime. No entanto, na audiência realizada na 7ª Vara Criminal de Goiânia, nenhum deles confirmou envolvimento no esquema fraudulento.

Segundo o juiz Oscar de Oliveira Sá Neto, responsável pela sentença, não há provas de que os suspeitos participavam de uma quadrilha especializada em fraudar concursos públicos, fato que pesou para colocá-los em liberdade.

"Ausente nos autos qualquer informação por parte da autoridade policial de comprovação de permanência ou da estabilidade de vínculo criminosos entre eles com a finalidade de praticar crimes. Assim, a prisão em suposta flagrância levada a efeito pela Polícia Judiciária, através do delegado de polícia, encontra-se eivada de nulidade insanável", destaca a sentença.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757