Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
deconds
Equipes da Polícia Civil (PC), pode meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), deflagraram a Operação Somnium, na qual foi cumprido mandado de busca e apreensão e prisão em flagrante de Willian Luiz dos Santos.

Segundo a PC, o suspeito comprava mercadorias em lojas da Rua 25 de Março, em São Paulo, e as revendia para diversas cidades dos estados de Goiás e Distrito Federal. De acordo com o delegado Rodrigo Godinho, a investigação começou em novembro de 2016, a partir de denúncias feitas por meio do telefone 197.

Os produtos eram anunciados em redes sociais e os consumidores só tinham acesso ao local após agendamento com os vendedores. O faturamento estimado com as vendas de mercadorias era da ordem de R$ 200 mil por mês.

Ainda segundo a polícia, a empresa funcionava em uma casa no Setor Aeroporto, em Goiânia, onde foram apreendidos mais de 60 sacos com camisas, camisetas, perfumes, óculos, tênis, bermudas, cinto e relógios.

No local havia produtos piratas das marcas Gucci, Lacoste, John John, Calvin Klein, Aramis, Hugo Boss, Oakley, Louis Vuitton, Bulgari, entre outras. O conduzido Willian Luiz dos Santos foi recolhido a carceragem da Delegacia de Capturas, ficando à disposição do Poder Judiciário. Se for condenado, pode pegar de dois a cinco anos de prisão.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757