Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
iml3
Um corpo foi encontrado nesta terça-feira (7) em um matagal, nas proximidades da GO-462, entre Goiânia e Santo Antônio de Goiás. A suspeita é de que o corpo seja da costureira Rejane Roseno de Almeida, de 33 anos, desaparecida desde a última quarta-feira (1).

Segundo a família da costureira, Rejane saiu de casa, no Setor Antônio Carlos Pires,  para vender roupas e não foi mais vista. Semanas atrás a menina Ana Clara Pires Camargo desapareceu no mesmo bairro. O local onde o corpo foi encontrado também é o mesmo em que o corpo de Ana Clara foi localizado pela polícia.

O reconhecimento do corpo foi feito nesta quarta-feira (8) por familiares da vítima, que compareceram ao Instituto Médico Legal (IML). Após o reconhecimento, os parentes teriam ido até a Fundec para providenciar a documentação necessária à liberação do corpo. Segundo o IML, a Polícia Militar chegou até o local onde o corpo foi encontrado após denúncias de pessoas que passavam na região. Ainda segundo o IML, um exame de necropsia apontará as causas da morte.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757