Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Humberto Silva
mariadapenha
O governador Marconi Perillo (PSDB) compareceu à cerimônia que marcou o lançamento do projeto “Patrulha Maria da Penha”, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana, na tarde desta terça-feira (7).

Este foi o primeiro ato público do governador após retorno de missão ao Oriente Médio. Marconi foi do aeroporto Santa Genoveva direto para a sede do 2º Comando Regional da Polícia Militar, no setor Buriti Sereno, local escolhido para a largada da Patrulha no município.

Ao dar ênfase à frase que sintetiza a determinação do governo estadual em ampliar a estrutura de segurança destinada exclusivamente à proteção da mulher, ele destacou os trabalhos de fortalecimento das Delegacias da Mulher (DEAM’s), estendendo sua ação a todas as regiões do Estado.

“Não há ação mais efetiva de um governo do que as 22 Delegacias da Mulher que criamos no Estado”, declarou ao cumprimentar de forma particular a titular da especializada em Aparecida de Goiânia, delegada Cybele Tristão, à qual ficará subordinada a Patrulha Maria da Penha, e responsável pelo convite ao governador para a solenidade.

Perillo destacou ainda os indicadores divulgados pela Secretaria de Segurança Pública, que dão conta da queda nos índices de violência no Estado, principalmente na região metropolitana de Goiânia e no entorno do Distrito Federal, e falou sobre a continuidade do combate à criminalidade em 2018.

“Mais do que o bom aparelhamento das nossas policias, as melhorias vieram e continuarão a vir graças ao nosso material humano. Eu sempre digo que Goiás tem uma das polícias mais competentes do Brasil”, sentenciou.

Desde março de 2015, quando foi inaugurada a primeira Patrulha Maria da Penha, em Goiânia, já foram mais de 3 mil atendimentos nas unidades em funcionamento na capital, Anápolis, Catalão, Posse, Luziânia e na Cidade de Goiás.

O projeto nasceu da ação integrada das forças de Segurança Pública com o objetivo de promover o atendimento qualificado às vítimas de violência contra a mulher, apoiando o cumprimento das medidas protetivas de urgência previstas na Lei 11.340/2006 intitulada “Lei Maria da Penha”. Foi instituída em Goiás pelo governador Marconi Perillo no dia 10 de março de 2015, tendo como madrinha a primeira-dama do Estado e presidente de honra da OVG, Valéria Perillo.

Com informações do Goiás Agora

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757