Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação/ Governo de Goiás
caminhonete2
A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), deflagrou nesta quarta-feira (15) a Operação Sétimo Mandamento, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada no furto de caminhonetes de alto valor.

A investigação durou um ano. Segundo a polícia, os suspeitos,  de Goiás e São Paulo, furtavam as caminhonetes para serem desmanchadas e as peças eram revendidas em lojas de Goiânia. Foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva e 30 de busca e apreensão nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade e São Paulo.

Acredita-se que a organização criminosa tenha sido responsável por mais de cem furtos de caminhonetes ocorridos nos últimos dois anos na capital goiana. A operação contou com a participação de 120 policiais civis, além do apoio de peritos criminais do Instituto de Criminalística e identificadores do Instituto de Identificação.

Na residência de um dos alvos, um sobrado de luxo onde foram encontradas quatro caminhonetes e um automóvel de luxo, foram encontrados equipamentos e peças cujo valor total foi estimado em aproximadamente R$ 1,5 milhão.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757