Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
smtmultas
Após inquérito que apurou irregularidades na Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia (SMT), o Ministério Público de Goiás (MP-GO) entrou com ação civil pública contra a prefeitura da capital.

De acordo com ação, a verba arrecadada com a cobrança de multa não está sendo investida em melhorias no trânsito de Goiânia, como determina o Código Nacional de Trânsito. Só em 2015, a secretaria arrecadou cerca de R$ 32 milhões com multas. Destes, R$ 172 mil teriam sido aplicados na educação para o trânsito, o que representa apenas 1%. Entretanto, segundo o MP-GO, o gasto ainda não foi comprovado pelo órgão municipal.

Ainda segundo a ação, somente no período de outubro, novembro e dezembro daquele ano, foram gastos R$ 108 mil em café da manhã e veículos para passeio.

De acordo com a promotora Alice de Almeida Freire, o município pode sofrer penalidades por conta da ação.

Ouça quais são a seguir na reportagem completa de Jerônimo Junio:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757