Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: EBC
ebcdr
Após quatro meses de investigação, como o objetivo de identificar usuários da internet que realizavam compartilhamento de material pornográfico, a Policia Federal, por meio da operação Prevenir chegou a seis suspeitos sendo três de Goiânia, dois de Aparecida de Goiânia e uma de Senador Canedo.

Cinco pessoas foram presas em flagrante. No momento da chegada da polícia em uma casa de Goiânia, um idoso, de 66 anos e o filho, de 32, foram surpreendidos com o computador ligado compartilhando um vídeo de pornografia infantil.

Segundo o titular da delegacia de Defesa Institucional, Adriano Tarouco, ressalta que todo o material apreendido será periciado. O Compartilhamento de pornografia infantil é crime inafiançável e os suspeitos podem pegar de três a seis anos de prisão.

Ouça a reportagem completa de Juliana Gomes

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757