Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Google Street View
imlanapolis
A Polícia Civil (PC) informou na tarde desta segunda-feira (30) que o corpo da professora Maria da Conceição Campos, de 42 anos, já foi liberado pelo Instituto Médico Legal de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia.

A professora estava desaparecida desde o último dia 19 de janeiro, data em que câmeras de segurança do Terminal Maranata, em Aparecida de Goiânia, registraram o momento em que ela saiu do terminal e foi em direção ao carro do agente financeiro Cleudimar Rodrigues, principal suspeito do homicídio.

Segundo as investigações, a professora mantinha um relacionamento amoroso com o suspeito que ela conhecia há cerca de dez anos. No dia 19 de janeiro, a professora e o agente financeiro foram a um jantar onde ela cobraria uma dívida de cerca de R$ 30 mil de Cleudimar.

A família da vítima, que é do estado do Tocantins, ainda não fez a retirada do corpo. A previsão é de que o enterro seja no cemitério de Aragoiânia, ainda nesta segunda-feira (30).

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757