Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: PM/Divulgação
dimenorr
O suspeito de ter assassinado um dos integrantes da torcida organização do Goiás, Evandro Rodrigues, e ainda um segurança que trabalhava para o cantor Leonardo, Marco Antônio Rezende, foi morto em confronto com a Polícia Militar (PM) na tarde de segunda-feira (16) no município de Rubiataba, no norte do estado, a 220 km de Goiânia.

A PM recebeu a informação de que João Marcos Caetano Oliveira, de 18 anos, vulgo “Di Menor”, membro de uma organização criminosa, que já teria feito mais de 50 vítimas, entre elas pessoas inocentes, em uma guerra entre quadrilhas rivais em Goiânia, estaria foragido em uma residência no município que fica no Vale do São Patrício, juntamente com sua esposa. O suspeito chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Contra Di Menor contam 13 homicídios confirmados e outros 20 sendo investigados, diversos deles cometidos nas regiões oeste e sudoeste de Goiânia. Ele era considerado um dos ‘gerentes’ da quadrilha do traficante Topete, que está preso.

Di Menor havia sido preso em 6 de agosto de 2015, em cumprimento a um mandado de prisão contra ele, e foi colocado em liberdade por meio de um alvará de soltura, em 6 de setembro de 2016.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757