Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Polícia Militar / Divulgação
rinha de galo
Após denúncia feita ao serviço de inteligência do Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar (PM), a equipe deslocou na terça-feira (03), até o município de Uruana, a 150 quilômetros de Goiânia, para averiguar a prática de crime ambiental.

Segundo informações PM, no local encontraram materiais de pesca predatória e diversos animais em situação de maus-tratos. Através de diligências na residência, foi constatado prática de rinha de galos e criadouro ilegal de pássaros silvestres. No local foram apreendidos 39 pássaros sendo 33 Curiós, 05 Trinca Ferros e 01 Bicudo; 29 galos, onde a maioria estava com maus-tratos, esporas multiladas e 01 galo morto; 01 cão da raça pitbull com maus-tratos; 01 espingarda; 15 gaiolas vazias; 01 anilhador; 04 carregadores para transporte de aves; 01 couro de Jaguatirica e 3 redes de pesca de 60 metros cada.

De acordo com a PM, o crime foi cometido por Sebastião Lopes dos Santos, de 56 anos, que já possui em seu desfavor passagens na polícia por homicídio.

O proprietário da residência, foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia de Jaraguá onde foi autuado por crime contra o meio ambiente e contra a fauna.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757