Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Eduardo Ferreira
hugo
Seguem internados no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) três dos quatro adolescentes que ficaram gravemente feridos após o atentado em uma escola particular no Conjunto Riviera, ocorrido no final da manhã de sexta-feira (20).

De acordo com informações da assessoria de comunicação da unidade de Saúde divulgadas na manhã deste sábado (21), Hyago Marques, de 13 anos, possui estado de saúde regular, está consciente e respirando de forma espontânea e internado em leito da enfermaria. Hyago foi alvejado, mas não teve nenhum órgão vital atingido e não corre risco de morte.

Outra vítima, Marcela Rocha Macedo, também de 13 anos, tem estado de saúde regular, está consciente e respirando sem ajuda de aparelhos. No entanto, foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para melhor observação da drenagem torácica e de possíveis sangramentos, o que não aconteceu até o momento. A adolescente teve o pulmão esquerdo atingido por um dos tiros.

O caso mais grave é o de Isadora de Morais, de 14 anos. Desde que chegou ao hospital nesta sexta-feira, logo após ser socorrida, precisou ser sedada e intubada. Ela teve os dois pulmões perfurados, foi atingida também em uma das mãos e de raspão no pescoço.

Segundo o Hugo, Isadora manteve o quadro clínico grave, continua sob sedação e intubação na UTI e respira com ajuda de aparelhos. Ainda de acordo com a unidade, a menina não apresentou intercorrências durante a noite.

Uma quarta vítima, Lara Fleury Borges, continua internada no Hospital de Acidentados. A unidade não divulga informações sobre o estado de saúde da adolescente.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757