Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

cesiodA Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) divulgou nesta quarta-feira (27) um boletim com dados dos últimos cinco anos relativos a pessoas que foram expostas ao Césio 137, no acidente radiológico de 1987. A divulgação foi feita durante a feira de rádio proteção em Goiânia.

O levantamento apresenta números absolutos de incidência de transtornos crônicos de saúde e causas de mortes de pessoas dos grupos I, II e III, assim como de filhos e netos dos dois primeiros.

O gerente do Centro de Excelência em Ensino, Pesquisa e Projetos, CEEP, Aurélio de Melo Barbosa, aponta que ao longo da história os grupos I e II estão sendo reduzidos, enquanto o III tem aumentado o número de membros, e ainda explica a diferença entre eles.

Em 2010 foi publicado um estudo que apontava que não existia uma incidência maior de doenças em pessoas que foram expostas à radiação. No próximo mês de novembro, a Secretaria de Saúde vai apresentar novos dados, referentes aos últimos cinco anos.

Aurélio explica a metodologia utilizada para a confecção do relatório.

Neste ano, o acidente com o Césio 137 completa 30 anos. Na época, quatro pessoas morreram em decorrência da exposição à radiação, outras centenas foram expostas.

Do repórter Gerliézer Paulo 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757