Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
running2
Parar de fumar, emagrecer, sair do sedentarismo envelhecer com saúde, ou mesmo por motivos estéticos. Esses são alguns dos motivos que levam milhões de pessoas a praticar caminhadas ou corridas de rua em todo o planeta. Em parte graças à divulgação na mídia, hoje em dia os benefícios da prática de exercícios aeróbicos são de conhecimento público e, cada vez mais, as caminhadas e corridas estão ganhando novos adeptos. 

No entanto, antes de começar a se exercitar é preciso tomar alguns cuidados para evitar lesões. Além de procurar um profissional habilitado para fazer uma avaliação física e adotar hábitos saudáveis de alimentação, os interessados devem fazer alongamentos e escolher um tênis adequado para não gerar impactos nas articulações.

Sem as orientações necessárias, aumenta o risco de o praticante ter lesões crônicas, de difícil recuperação, o que pode afastar a pessoa dos treinos e competições, tornando-a desanimada para retornar a essa rotina. Segundo o fisioterapeuta Fernando Assunção Miranda, para evitar lesões os iniciantes devem intensificar os treinos gradualmente, respeitando o próprio ritmo.

Dores, vermelhidão, e inflamações podem ser indicativos das principais lesões musculares adquiridas durante a corrida de rua: tendinites, artroses e torções. Muitas dessas lesões podem ser prevenidas se a pessoa souber se exercitar corretamente. O fisioterapeuta esclarece como é possível manter a postura correta e melhorar a "pisada" durante a caminhada ou corrida.

A fisiotererapia é uma das principais formas de tratamento no caso de dores articulares, como tendinites, bursites, dores musculares e artroses. Segundo Fernando Miranda, a fisioterapia especializada entra, inicialmente, fazendo um diagnóstico da mecânica da corrida do atleta.Através de vídeo-análise, o fisioterapeuta detecta se existem desalinhamentos nas estruturas do corpo, e se esses desalinhamentos podem estar provocando problemas para esse corredor.

Quando é notada a necessidade de ajustes, o profissional, então, entra com um programa de reabilitação, fortalecendo a musculatura estabilizadora, inibindo músculos contraturados e ensinando a forma correta que o atleta deve correr.

O advogado Yuri Marcelo, de 36 anos, começou a correr há aproximadamente cinco anos, para aprender um novo esporte. Mesmo com a orientação de um personal trainer, Yuri teve uma lesão no quadril durante os treinos. O advogado ressalta a importância da fisioterapia no seu processo de recuperação. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757