Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
aedes
A Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), em parceria com a Secretaria Municipal de Goiânia (SMS-GO) e o Corpo de Bombeiros Militar, realiza a partir dessa terça-feira, 15, na Região Noroeste de Goiânia, mais uma ação da força tarefa “Goiás contra o Aedes”. A ação vai até sexta-feira, 18, e a expectativa é que os 91 mil imóveis de toda a região sejam visitados. O local foi escolhido devido ao alto número de casos de dengue. O início do trabalho acontece a partir das 8h, no 22º Centro Integrado de Operações de Segurança de Goiânia, na Avenida do Povo, 1392, Jardim Curitiba.

Cerca de 700 pessoas participam da ação, entre agentes de endemias, bombeiros, voluntários e fiscais da prefeitura, que realizarão vistorias e autuação em imóveis. A Região Noroeste abriga cerca de 300 mil pessoas, sendo uma das mais populosas de Goiânia.

De acordo com o coordenador de Controle de Dengue da SES-GO, Murilo do Carmo Silva, a ação passará por todas as regiões da capital. “A intenção é fazer vistoria em todos os bairros de Goiânia, começando na região com maior incidência”, avisa Murilo.

As vistorias tem o objetivo de procurar focos do mosquito e possíveis criadouros para sua proliferação. Haverá auxílio de 30 caminhões para remoção de pneus, principais redutos de água parada, e entulhos que promovem a proliferação de criadouros do mosquito. As imobiliárias que estiverem com imóveis desocupados serão acionadas para a abertura do local.

Na Região Noroeste foram notificados 140 casos para cada 100 mil habitantes. “É mais de um caso para cada um mil pessoas. Isso é preocupante”, diz o coordenador . Para comparar, a Região Oeste, que possui o menor número de casos de dengue, registra apenas 19 casos para cada 100 mil habitantes. São 8.162 casos de dengue na Região Noroeste, 400% a mais do que na região Oeste, com 1.891 casos.

Goiás Contra o Aedes

É uma mobilização iniciada em 2015 pela SES-GO, em parceria com o Corpo de Bombeiros e prefeituras municipais. Ela tem como propósito eliminar os criadouros do Aedes aegypti. A ação conjunta vem servindo de referência para o Ministério da Saúde no combate ao vetor transmissor de dengue, zika e chikungunya.

Do governo de Goiás

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757