Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
aedes
A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) e a Centrais Elétricas de Goiás (Celg) firmaram uma parceria para combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya, e da zika.

Cerca de 300 profissionais da Celg estão envolvidos no projeto. Todos farão treinamentos específicos relacionados ao projeto. A princípio a ação será realizada em Goiânia. Contudo, a previsão é de que a inciativa seja estendida para outros 235 municípios goianos.

Segundo o coordenador- geral de vigilância e controle ambiental de vetores da SES, Marcello Rosa, para comunicar a identificação de focos de mosquitos, os profissionais da Celg utilizarão aplicativos.

Marcello Rosa ressalta ainda que a ação dos profissionais da Celg não substituirá o trabalho executado pelos agentes da secretaria estadual de Saúde.

Conforme dados da SES Goiás, neste ano foram registrados no estado três casos de chikungunya e 2500 notificações de zika vírus, sendo que 500 casos de zika foram confirmados.  

Do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757