Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Sindsaúde/Divulgação
suspegreve
Os servidores da Saúde de Aparecida de Goiânia decidiram em assembleia na tarde desta segunda-feira (15) pela suspensão da greve da categoria pelo período de 65 horas até nova reunião.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde), Flaviana Alves, a decisão foi tomada depois que a prefeitura pediu que as negociações seguissem, porém, com o serviço sendo prestado normalmente.

Até o final da assembleia ocorrida na tarde desta segunda, 50% das unidades de Saúde no município estavam com os serviços ambulatórias paralisados.

Entre as reivindicações dos servidores estão o cumprimento dos direitos que constam no Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos (PCCV) com pagamento de gratificação e progressão, além de melhores condições de trabalho, redução da sobrecarga da jornada, segurança e melhores condições de atendimento à população.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia, o reajuste acordado da data base será de 5,11%, que deve sair já na folha deste mês. O impacto máximo estipulado pelo órgão para as gratificações é de R$ 200 mil por mês.

A prefeitura propõe criação de complementação de carga horária para servidores que fazem 40 horas somadas a uma porcentagem total prevista pelo plano. A nova reunião da categoria acontece nesta terça-feira (16).

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757